O Programa Acessa SP de Capão Bonito, vinculado ao gabinete da Prefeitura Municipal, promoveu curso de inclusão digital – informática básica,em parceria com instituições públicas do município, como o Quero Vida, a Casa do Adolescente e o CAPS.

Ao total, 17 alunos receberam o certificado de conclusão, sendo oito do Quero Vida, cinco do CAPS e quatro da Casa do Adolescente. Os cursos começaram em agosto e terminaram no fim de novembro.

De acordo com a coordenadora do Acessa SP, Carolina Kazumi Watanabe, a iniciativa deve o objetivo de ensinar o básico de informática, como forma de realizar a inclusão digital e apoiar a formação pessoal e profissional.

“Os alunos tiveram aulas práticas e aprenderam desde questões mais básicas como ligar e mexer no computador, área de trabalho, até arquivos e programas com foco no pacote Office, como Word e Excel”, explicou.

Os alunos certificados aprovaram e explicaram a importância da realização do curso.

“Eu gosto de tecnologia, mas não tinha conhecimento. Pode ser que eu precise disso no futuro e agora facilitou, pois não preciso pedir favores. O curso foi ótimo e agora já tenho total noção de informática”, disse a aluna do Quero Vida, Neuza Souto Soncella, de 75 anos.

A paciente do CAPS, Leia Cristina dos Santos, de 40 anos, falou que a informática será importante para organizar o seu comércio. “O curso foi excelente e eu venci barreiras, aprendendo tudo o que queria. Eu trabalho com venda de salgados e a informática será um apoio fundamental”, declarou.

Já o aluno da Casa do Adolescente, Nicolas Braian da Silva, de 18 anos, afirmou que a informática será essencial para concorrer a uma vaga de emprego. “Eu procurei o curso para aprender cada vez mais. Vai ser importante para o meu aprendizado e para procurar emprego. Eu aprendi muita coisa, a professora Kazumi aprofunda bastante o conteúdo”, ressaltou.

Na cerimônia da entrega de certificados, o prefeito Marco Citadini destacou a parceria com os órgãos municipais para alcançar as pessoas que mais precisam de apoio e de capacitação.

“O curso foi gratuito e abrangeu pessoas de diversas faixas etárias. A qualificação digital é essencial para concorrer a vagas de emprego. O novo Distrito Industrial está em fase acelerada e os serviços serão preenchidos com as pessoas mais capacitadas. Parabéns a todos os alunos pelo empenho em procurar estudos e obrigado aos servidores que promoveram esse importante projeto”, concluiu.