MUNICÍPIO VERDE AZUL – Uma boa notícia para o meio ambiente de Capão Bonito.

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente anunciou na semana passada a lista de cidades com notas maior ou igual a 40 e consideradas qualificadas para pré-certificação do Programa Município VerdeAzul.

Significa dizer que Capão Bonito está no caminho certo para atingir mais uma certificação no final do ano, uma vez que várias ações estão em andamento.

O secretário de Agropecuária, Obras e Meio Ambiente – Reinaldo Daniel Jr ao ser informado sobre a pré-certificação destacou a importância do Programa Município VerdeAzul, lembrando que os 11 anos de existência do programa atestam seu êxito, que vem sendo até mesmo referência para a Comunidade Européia.

“Nossa meta é avançar ainda mais neste final de ano para atingir a certificação acima de 80. Estaremos intensificando novas ações em conjunto com as demais secretarias para ampliar a nota o máximo possível”, destacaram Reinaldo Daniel Jr. e a interlocutora do Programa Município VerdeAzul – engenheira agrônoma Aline Érica Hori.

Nos últimos anos, no ranking de municípios mais sustentáveis do Estado, Capão Bonito vem aparecendo com destaque.

Ações importantes como elaboração do Plano de Resíduos Sólidos, Educação Ambiental, ampliação do Plano de Arborização e melhorias no Aterro Sanitário devem alavancar ainda mais a nota de Capão Bonito.

O prefeito Marco Citadini também foi informado sobre a pré-certificação e afirmou que a sustentabilidade nas ações e o meio ambiente continuarão tendo prioridade na cidade. “Os resultados são frutos de um esforço conjunto do Governo Municipal para desenvolver a cidade com sustentabilidade”, destacou o prefeito.

Em dezembro deste ano, será feito o anúncio final do Ranking Ambiental Paulista 2018.

Desenvolvimento sustentável – O PMVA, lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental, com estímulo e auxílio às prefeqituras paulistas, na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas em busca de um desenvolvimento sustentável.

As ações propostas pelo programa, em 2007, compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental. A primeira pré-qualificação do PMVA 2017 ocorreu em Mogi das Cruzes, na região do Alto Tietê, Região Metropolitana de São Paulo.