Os números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017, divulgados nesta última segunda-feira, dia 3, pelos órgãos do Ministério da Educação, colocam Capão Bonito em posição de destaque na região do Sudoeste Paulista. Capão Bonito encabeça a lista das cidades com o melhor índice na categoria 4ª série e 5º ano do Ensino Fundamental.

Ideb 2017 é um dos principais indicadores da qualidade do Ensino Básico no país e é produzido a cada dois anos para os anos iniciais e finais do ensino fundamental e também para o ensino médio. Ele é calculado a partir de dois componentes: a taxa de aprovação das escolas e as médias de desempenho dos alunos em uma avaliação de matemática e português.

O município, atualmente comandado pelo prefeito Marco Citadini, superou com certa folga a meta estabelecida pelo próprio MEC (Ministério da Educação), e a

s médias Estadual e Nacional. Com média de 6,7 obtida, foi superada a expectativa de 6,2 projetada pelo Governo Estadual.

Ainda na região do Sudoeste Paulista, outros dois municípios também atingiram a mesma média de qualidade de ensino de 6,7, Itapeva e Taquarivaí, porém, a cidade comandada pela atual prefeita Cecé Prioste, não conseguiu atingir a meta projetada de 8,0.

Além de Taquarivaí, as cidades de Guapiara e Barra do Chapéu não alcançaram as metas estipuladas para 2017. Em Guapiara, a meta era de 6,4 e o município obteve o índice de 6,1. Já em Barra Chapéu, o resultado foi ainda mais distante, com quase 1,0 ponto de diferença entre a meta e a média obtida, de 7,8 para 6,2.

Capão Bonito também superou a média do município de Itapetininga, que possui mais de 150 mil habitantes, e que alcançou a média de 6,4, e da cidade de Itararé, que tem praticamente o mesmo porte e estrutura da Educação capão-bonitense, e que atingiu o índice de 6,5 entre os alunos da 4ª série e 5º ano.

Escolas Jacyra Landim Stori e Jornalista José Carlos Tallarico atingem melhores notas do Ideb 2017

Entre as 12 unidades escolares avaliadas no Ideb 2017, as escolas municipais Jacyra Landim Stori e Jornalista José Carlos Tallarico atingiram os melhores índices. A primeira escola do município, a Jacyra Landim Stori, localizada no centro da cidade, alcançou a média de 7,5, superando em 0,5 ponto a meta estipulada pelos órgãos educacionais superiores.

Para a diretora da unidade, Maria de Fátima Queiroz, a obtenção do melhor índice entre as escolas municipais se deve ao fato do trabalho integrado entre professores, alunos e família. “Temos o apoio da comunidade, que nos respeita muito e a participação ativa dos pais, que também confiam muito em nós. Estou muito feliz com o resultado, mas não vamos nos acomodar. O nosso objetivo é sempre conseguir uma educação melhor para nossos alunos”, falou.

Fundada em 1911, a Escola Municipal Professora Jacyra Landim Stori é considerada uma referência na Educação Regional e foi o berço do conhecimento de muitos capão-bonitenses que se destacam e se destacaram como profissionais em diversos setores da sociedade.

Atualmente, a escola possui um quadro escolar de aproximadamente 500 alunos, além do gerenciamento do CAMP.

Já a diretora da escola José José Carlos Tallarico, Eloísa Regina da Cruz Carvalho, se emocionou ao comentar o resultado alcançado no Ideb 2017. “Comecei a trabalhar na diretoria da escola em 2008 e em 2009 foi realizado o primeiro IDEB e a escola foi mal, com a nota 4,1”, falou.

Eloísa também explica que para pular de 5,0, média do último Ideb, para 7,0 de 2017, houve um esforço na condução de atividades extracurriculares, como melhoria da autoestima dos alunos e dos pais. “Queríamos, primeiramente, ter a confiança da comunidade e elevar a autoestima dos estudantes. Para realizar o IDEB deste ano trabalhamos muito, aluno por aluno, acompanhando o desenvolvimento de cada um, trabalho com a comunidade, avaliações contínuas e trabalhos pedagógicos”, ressaltou.

A diretora ainda colocou como diferencial a dedicação dos professores que atuam na unidade. “Os professores foram importantes, trabalharam o reforço individualizado, aplicaram simulados a cada duas semanas, com destaque às professoras Andreia de Siqueira, Fátima Rejane Rodrigues, Sueli Pucci, Tânia Regina de Oliveira e a coordenadora pedagógica Márcia Martins”, disse.

Outro diferencial que resultou na melhor evolução do Ideb entre as escolas municipais, foi a concessão de prêmio aos alunos. “Oferecemos premiação aos alunos em caso de melhoria na nota do IDEB deste ano e almoço e gincana com professores do ano passado”, finalizou.

A Escola Municipal Jornalista José Carlos Tallarico, criada em 2008, localizada na Vila São Paulo, conta hoje com 370 alunos, matriculados do 1º ao 5º ano, e distribuídos em 14 turmas. A unidade possui uma das melhores estruturas do Município com espaços verdes de recreação, parque infantil e quadra poliesportiva coberta.

Ideb 8ª série e 9º ano

Já o Ideb da categoria 8ª série e 9º ano foi abaixo das metas estipuladas em todas as cidades do Sudoeste Paulista. Entre as cidades consultadas, nenhuma conseguiu alcançar a meta. O melhor índice foi o da cidade de Itapeva com a nota de 5,3 e a menor média foi de Itararé, com 3,9.

Em Capão Bonito, a melhor nota ficou com a escola municipal Oscar Kurtz Camargo, que alcançou a média de 5,6 , seguida da Andre Franco Montoro (Turvo dos Alemidas), com 5,2, João Laurindo com 4,8 , e Faustino Cesarino Barreto com 4,7.