Capão Bonito vive hoje um momento recorde de investimentos no setor de construção civil. Um dos principais é o empreendimento Clube e Vida, que contempla 102 apartamentos e sete galpões comerciais. O projeto é uma realização da empresa Diálogo Engenharia, com incentivo e aprovação da Prefeitura Municipal.

Em fase avançada, as obras contam com mais de 60 pessoas trabalhando diretamente, desde engenheiros, pintores, pedreiros, entre outros. Além disso, as construções geram também serviços indiretos, a partir das compras de materiais como blocos, concreto, argamassa, cimentos e produtos de serralheria.

De acordo com o engenheiro responsável pelas construções, Nicolas Sangiacomo, a maior parte dos empregados são de Capão Bonito e os materiais são, preferencialmente, comprados do comércio local.

Trabalhadores capão-bonitenses também avaliam que a construção desse empreendimento é uma oportunidade importante para a geração de emprego e apoio no desenvolvimento do município.

“Está sendo muito gratificante trabalhar nesse empreendimento que é um marco para o município, sendo um dos maiores prédios. Além dos empregos, com certeza vai ser um pico para Capão Bonito, que vai ajudar a economia da cidade”, ressaltou o administrador Gustavo Salles.

“Agradeço a construtora Diálogo e a Prefeitura de Capão Bonito, que em parceria, oferecem essas oportunidades de trabalho. As obras estão gerando muitos empregos e ficamos muito felizes por esse importante investimento em Capão Bonito”, disse o responsável pelo setor de pintura, Marcos Peixoto de Almeida.

O prefeito Marco Citadini explicou o projeto de desenvolvimento do município, por meio da parceria público-privada.

“O ramo da construção civil é um dos que mais empregam e que movimentam a economia, por meio de diversos serviços. Vamos diminuir o nosso déficit habitacional, além ampliar o número de estabelecimentos comerciais. A união entre poder público e iniciativa privada é um dos pontos estratégicos de fomento econômico que inserem Capão Bonito na estrada do desenvolvimento”, ressaltou.