As obras de construção da indústria de ração animal e nutricional, Insaltec, chegam a sua etapa final. Segundo o proprietário, Waldemar Camargo Júnior, foram investidos no empreendimento mais de R$ 1 milhão na estruturação física e na aquisição de equipamentos de ponta para o aumento de sua produtividade.

Além disso, a nova indústria terá um centro de armazenamento próprio e uma nova ala de produção, além da nutrição animal. O empresário destacou também a importância do investimento para a geração de empregos na cidade. “É importante destacar que, as obras de construção geram empregos diretos e indiretos, pois compramos os materiais de construção civil em estabelecimentos de Capão Bonito, movimentando assim o comércio e a economia local”, falou.

Junior ainda ressaltou que a área doada pela Prefeitura no Distrito Industrial II foi fundamental para que a Insaltec permanecesse em Capão Bonito com sua estrutura ampliada, com maior produtividade e a geração de novos postos de trabalho.  “Confesso que tive propostas para implantar uma nova planta industrial em outras cidades do Estado de São Paulo e do Paraná, pois já não tinha mais como crescer e atender os nossos clientes. A doação da área pela atual administração municipal foi essencial para criar essa nova planta industrial em Capão Bonito”, disse.

Para o empresário, o Distrito Industrial II é o principal projeto de geração de emprego em Capão Bonito e também para a retomada econômica para o período pós-pandemia. “É um projeto espetacular para a cidade, com pessoas sérias à frente, trabalhando na geração de emprego. Eu acredito muito nesse projeto desenvolvido pelo prefeito Marco Citadini”, declarou.

Conforme ele, com a nova estrutura será possível dobrar o número de funcionários. “Com o aumento da produção, vamos praticamente dobrar o número de funcionários”, finalizou.