O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Capão Bonito, como executor direto, vem realizando a aplicação do questionário referente Benefício de Prestação Continuada (BPC) nas escolas do município.

De acordo com o CRAS, a iniciativa tem por objetivo promover a elevação da qualidade de vida e dignidade das pessoas com deficiência beneficiárias pelo BPC, preferencialmente de zero a 18 anos, garantindo o acesso e permanência na escola.

A garantia é promovida por meio da articulação intersetorial e da gestão compartilhada nas três esferas de governo, entre as políticas de Educação, Assistência Social e Saúde, favorecendo o desenvolvimento dos beneficiários.

“Por meio da aplicação do questionário, conseguimos identificar as barreiras que impedem ou dificultam o acesso e a permanência de crianças e adolescentes com deficiência na escola e assim desenvolver ações intersetoriais, se necessário. Além disso, na entrevista, a família também é orientada a manter o cadastro único atualizado”, destacou a assistente social e técnica de referência do BPC, Aline Vendrami.