TEATRO – A noite de sábado, 28/09, teve como destaque em Capão Bonito o teatro com a apresentação do espetáculo de teatro infantil “O Quebra Nozes”, interpretado pelos alunos da Oficina de Teatro do Centro Educacional e Cultural “Paulo Freire.

O espetáculo que conta a história da menina Clara que na noite de Natal ganha um presente mágico, encanta o mundo há anos, sendo a maior obra de balé do compositor russo Piotr Ilitch Tchaikovsky.

A direção foi do professor e ator coordenador da oficina Alexandre Mendes que vem realizando um grande trabalho nas atividades complementares no Paulo Freire.

O público composto por pais e convidados literalmente aplaudiu de pé a grande performance dos alunos.

Com figurino, cenários do professor e artista plástico Antonio Claudio de Carvalho “Cazão”, ótima iluminação e som, o espetáculo mostrou que o futuro do teatro capão-bonitense está em boas mãos.

“Realmente tudo foi pensado com muito carinho. São alunos especiais e agradeço muito o apoio e interação dos pais”, afirmou Alexandre Mendes.

De acordo com a diretora Margareth Rodrigues e a coordenadora Ana Paula, a Oficina de Teatro é uma das principais ações do Centro Paulo Freire.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Turismo – Wagner Santos representou o prefeito Marco Citadini e no final do espetáculo afirmou que o objetivo é continuar com a oficina em 2020.

“Parabéns ao alunos e professor Alexandre Mendes por nos presentear com uma grande apresentação no palco do Paulo Freire. Estamos todos orgulhosos por este grande trabalho”, alegou o secretário que recebeu uma caixa especial contendo cartas com relatos de alunos.

Centro atende atualmente 600 alunos em atividades diárias

O Centro Educacional, Cultural e Esportivo “Paulo Freire”, vinculado à Secretaria Municipal de Educação, realiza um trabalho importante e amplo com os estudantes de Capão Bonito, oferecendo 16 modalidades de atividades educativas, esportivas, culturais e recreativas e que atualmente atende cerca de 600 alunos.

As atividades recebem estudantes, desde a 1ª série do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio, matriculados em escolas públicas municipais e estaduais e em particulares.

De acordo com a coordenação do Centro Paulo Freire, as atividades acontecem diariamente das 08h00 às 19h00, com cronograma pré-definido das modalidades.

“Cada aluno pode escolher até três modalidades diferentes para participar, em horário do contraturno das aulas. As atividades são acompanhadas por professores e ao final os estudantes recebem uma fruta”, explicou a diretora Margareth Ferreira Rodrigues.

O projeto começou em 2018 e de acordo a Secretaria Municipal de Educação o objetivo é fortalecer o conhecimento e o desenvolvimento dos estudantes capão-bonitenses, oferecendo oportunidades de aprendizagem extracurricular, inclusão e capacitação.

Segundo o prefeito Marco Citadini, criar projetos voltados à educação em período integral é uma das prioridades da administração. “Essa é uma das nossas iniciativas para que nossos alunos estejam cada vez mais preparados, participando de atividades importantes para a vida estudantil e posteriormente, profissional. É uma grande oportunidade para que os jovens fiquem ocupados com os estudos e com o esporte, visando a formação qualificada de cada um”, ressaltou.