O Grupo Cofesa, através do empresário Gumercindo Júnior, anunciou nesta última semana na Prefeitura Municipal de Capão Bonito, no gabinete do prefeito Marco Citadini, o início do cronograma das obras de construção de um novo empreendimento no município de Capão Bonito, na região do Terminal Rodoviário.

Junior explicou que o projeto só foi possível devido ao apoio do prefeito Marco Citadini na gestão política junto ao Governo de São Paulo para o leilão do imóvel da antiga Casa da Lavoura, vendido ao Grupo Cofesa e demolido recentemente para o início das obras do novo Hipermercado. “Sem essa importante ajuda, seria praticamente impossível iniciarmos o projeto em Capão Bonito, tendo em vista, que temos outras plantas em outras cidades. Mas, o prefeito entendeu como necessário o investimento para Capão Bonito e nos auxiliou nesse processo junto ao Governo de São Paulo”, explicou.

O prefeito Marco Citadini ressaltou a importância do investimento, principalmente para a retomada econômica pós-pandemia. “Trabalhamos na gestão da venda do imóvel junto ao Governo de São Paulo desde 2017 e obtivemos sucesso. O investimento do Cofesa chega num momento importante para a retomada econômica na cidade e geração de empregos. Trouxemos investimentos privados recordes para Capão Bonito. Além desse novo hipermercado, temos o conjunto de apartamentos na região da Rodoviária, o complexo comercial também naquela região, o hotel Ibis, o residencial Vila Bella no Jardim Alvorada, o residencial Vista Verde na Vila Cruzeiro, e as novas indústria que estão se erguendo no Distrito II”, disse Citadini.

De acordo com o engenheiro responsável pelo empreendimento, Lucas Sousa, a primeira etapa foi a demolição do antigo prédio da Casa da Lavoura e nas próximas semanas, iniciam-se os serviços de terraplanagem e na sequência, a locação da obra e execução do trabalho de fundação e montagem das estruturas pré-moldadas.

“Teremos uma arquitetura moderna e arrojada e um conjunto de equipamentos de última geração. A futura unidade terá aproximadamente 10 mil metros quadrados de área construída, incluindo estacionamento coberto, restaurante, lojas de apoio, além de uma ampla área de venda. Serão mais de 100 empregos diretos e muitos outros indiretos e novos postos de trabalho na etapa da construção civil”, falou o engenheiro.

O grupo Cofesa atua em Capão Bonito desde a década de 80, com uma unidade na rua Floriano Peixoto e o supermercado Super G na Nova Capão Bonito.