A Prefeitura Municipal de Capão Bonito, através da Secretaria de Planejamento, aprovou nesta última semana o alvará para o início das obras de construção de um novo Hipermercado do grupo Cofesa na região do Terminal Rodoviário, numa área pertencente à antiga Casa da Lavoura.

O prefeito Marco Citadini anunciou a autorização e falou que a iniciativa integra o plano de retomada econômica e de geração de emprego de Capão Bonito para o período pós-pandemia. “Capão Bonito está saindo na frente para garantir empregos e oportunidades para os capão-bonitenses no período pós-pandemia. Muitos trabalhadores estão perdendo o emprego e nós estamos trabalhando em diversas frentes para o desenvolvimento de Capão Bonito e o investimento do grupo Cofesa é uma dessas ações e em breve, anunciaremos o plano completo com investimentos públicos e privados”, comentou.

O chefe do Executivo também destacou que a Prefeitura teve papel fundamental na atração do investimento ao obter autorização junto ao Governo de São Paulo para a liberação da área da antiga Casa da Lavoura para a venda através de leilão público. “Foram várias audiência no Governo de São Paulo e depois de anos e anos parado, conseguimos autorização para a venda do imóvel e área da antiga Casa da Lavoura, e que agora vai se transformar num grande Hipermercado e gerar mais de 200 empregos diretos”, comentou.

O empresário Gumercindo Ferreira Júnior afirmou que o empreendimento terá uma arquitetura moderna e arrojada e um conjunto de equipamentos de última geração. A futura unidade terá aproximadamente 10 mil metros quadrados de área construída, incluindo estacionamento coberto, lojas de apoio e uma ampla área de venda.

Gumercindo falou ainda sobre os 40 anos da primeira unidade do Cofesa em Capão Bonito. “2020 tem sido um importante para nós, porque há exatos 40 anos inaugurávamos a primeira unidade do Grupo Cofesa em Capão Bonito. Agora estamos iniciando a obra desse novo empreendimento, onde vamos levar o que tem de mais moderno na área do varejo. Vamos gerar cerca de 250 empregos diretos, e isso, sem contar os indiretos e pessoal que vai trabalhar na obra. E agradeço o apoio incondicional do Prefeito Marco Citadini, que não pediu esforços para nos auxiliar nesse projeto”, finalizou.