AUMENTO DA TESTAGEM – O prefeito Julio Fernando acaba de anunciar a compra de mais 1000 ‘testes swab’ para ampliar a testagem no município.

Segundo o prefeito, a compra foi feita de forma direta para ser mais célere diante da escalada de casos, 154 na última 4ª feira, 09/06.

Testar massivamente a população tem sido a principal iniciativa adotada pelas organizações de saúde enquanto a pandemia da covid-19 persiste em crescer no país. “A medida tem como objetivo ajudar na detecção da doença e na avaliação do número de infectados. Em Capão Bonito até o momento foram comprovados através de exames 4.665 casos positivos e descartados 7.064. O diagnóstico preciso e correto é fundamental para a prevenção e prognóstico da doença”, ressaltou o prefeito Julio Fernando ao anunciar a compra.

Há dois tipos de testes, ambos disponíveis nas redes pública e privada de saúde de Capão Bonito.

Primeiramente, há o teste rápido (IgG-IgM), usado na testagem em massa da população. Esse tipo de testagem é realizado com uma amostra de sangue em aparelho digital ou secreção nasal e de garganta.

Segundo a Secretaria de Saúde, a limitação é necessidade de anticorpo, detectando positivo só a partir do oitavo dia do aparecimento dos sintomas.

De maneira geral, esse tipo de teste tem sensibilidade acima de 80% e especificidade acima de 90%. Neste caso, o resultado sai, em média, em 30 minutos.

Há, também, o RT-PCR, que detecta a doença em fase inicial, a partir do 3; ao 7; dia de sintoma, detectando precisamente a presença do vírus. Nesse tipo de exame, coleta-se o material da garganta e do nariz do paciente, por meio de um swab (cotonete), analisado em laboratório.

De acordo ainda com a Secretaria Municipal de Saúde, o melhor teste a ser feito depende, principalmente, da data de início do surgimento de sintomas.

“Se não forem feitos corretamente, ambos testes podem dar falso negativo, que são problemáticos, uma vez que vão transmitir uma falsa sensação de segurança. Por isso, ambos testes precisam de uma indicação fidedigna e devem ser feitos no momento adequado, com a metodologia adequada, para evitar que exames sejam feitos desnecessariamente”, explica a secretaria.

Monitoramento no município – Em caso de testagem positiva, o acompanhamento é de extrema importância segundo a Secretaria de Saúde de Capão Bonito. A cidade tem 138 casos suspeitos e 343 pessoas em isolamento domiciliar.

Por meio do monitoramento é feita a devida orientação quanto aos cuidados domiciliares e para os casos que apresentem sinais ou sintomas de piora clínica.

“Por isso é tão importante esse controle. Ele serve para que identifiquemos, de forma precoce, os pacientes que têm alguma piora clínica e não notam. Há essa sensibilidade para evitar que o paciente chegue em estado grave ao hospital”, reforça a secretaria.

A atenção e o monitoramento têm ajudado a salvar vidas em Capão Bonito que tem 4.163 pessoas curadas da doença.

A Secretaria de Saúde ainda destacou que todo exame positivo é inserido no banco de dados para investigação epidemiológica do caso e levantamento das informações do paciente.

As equipes de vigilância epidemiológica que atuam nas unidades básicas fazem o monitoramento desses pacientes por meio de ligações telefônicas para acompanhar a evolução dos casos.

Caso o paciente em isolamento apresente piora dos sintomas, deve procurar imediatamente uma unidade de saúde.

COMO FUNCIONA O RT-PCR? (swab)

O teste que possui maior exatidão, sendo considerado padrão-ouro, é o RT- PCR (reação da transcriptase reversa, seguida de reação em cadeia da polimerase). Esses nomes complicados são processos que garantem a capacidade de identificar a presença do vírus.

O RT-PCR é realizado a partir de amostras coletadas no trato respiratório inferior ou superior. A coleta das secreções geralmente é feita por meio do swab (um cotonete longo e estéril), que é aplicado na região nasal e faríngea (a região da garganta logo atrás do nariz e da boca). Ela também pode ser feita com a lavagem broncoalveolar, que é realizada lá dentro do pulmão em casos específicos.