PROJETANDO UM FUTURO MELHOR – Pessoas em situação de rua passaram a contar com um Espaço de Acolhimento temporário em Capão Bonito que proporciona alimentação e suporte psicossocial.

Neste inverno rigoroso, o funcionamento deste espaço vem sendo elogiado pela população.

O abrigo está sendo chamado “Luz do Sol” por funcionar nas antigas dependências de uma creche/escola da Vila Maria que foi adaptada pela Prefeitura através da parceria das Secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes), Educação e Obras.

Em complemento a ação, através do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) foi criado um projeto inovador que está possibilitando oportunidades de emprego a pessoas atendidas.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, quatro pessoas já foram inseridas no PEAD (Frente de Trabalho) e estão contribuindo de forma muito positiva para manutenção de prédios públicos.

“Estamos procurando fazer um projeto que vai para uma linha que não só dá o peixe, mas ensina pescar. Essas pessoas merecem uma oportunidade e estamos fazendo isso através desta nova filosofia de trabalho na área social”, destacou o prefeito Júlio Fernando (Podemos).

A permanência no Espaço de Acolhimento não é obrigatória, mas as pessoas que decidem ficar precisam aceitar as regras de convivência, como normas de higiene, horários determinados.

Tudo vem funcionando muito bem com destaque para várias doações de empresários, comerciantes, voluntários e segmentos religiosos que ‘abraçaram’ o projeto e vem fazendo doações de alimentos.

“Não é apenas um lugar para dormir ou ter alimentação. Trata-se de uma iniciativa integrada para dar dignidade e promover uma efetiva ressocialização dessas pessoas, muitas delas vindas de outras cidades”, explica o secretário de Assistência Social – Jaderson Braga.

“A nossa missão é tentar mudar a vida deles”, complementa a coordenadora do CREAS – profa. Eneida Maria Souza.