PROJETANDO UM FUTURO MELHOR – Trazendo uma metodologia inovadora, a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo e Prefeitura de Capão Bonito através da Secretaria de Desenvolvimento Social vêm executando o Plano de Futuro de Famílias monoparentais com ao menos um dependente na Primeira Infância.

O Programa Prospera Família iniciado em 2021 vem beneficiando muitas pessoas em situação de vulnerabilidade conforme a taxa de pobreza multidimensional.

Além de aprender, se qualificar mais, os beneficiários ganham dinheiro, fazendo cursos de capacitação e no final receberão ajuda financeira para montar seu próprio negócio ou se desenvolver profissionalmente.

Os cursos com duração de 6 meses são: de maquiagem, assistente de cabeleireiro, manicure/pedicure, panificação, atendente recepcionista e operador de caixa.

Segundo a coordenadora do programa – a assistente social Regina Costa,

o Prospera Família é estruturado a partir da Metodologia Prospera, baseada em 4 eixos.

“Sua abordagem inovadora está na combinação dos quatro eixos em uma jornada estratégica própria do programa. Os responsáveis familiares das famílias participantes são continuamente acompanhados por profissional especializado em encontros e atividades de estímulo ao desenvolvimento de habilidades socioemocionais, ao longo de uma trajetória de capacitação dividida em três momentos: Oficinas para elaboração do seu Projeto de Vida; Cursos técnicos para o trabalho conforme o Projeto de Vida; Oficinas de capacitação para empreendedorismo para desenvolvimento do seu Projeto de Vida. No decorrer de sua permanência no programa, os participantes recebem transferência de recursos mensais e transferência ao final do Programa para apoio à execução do seu Projeto de Vida”, explicou Regina Costa.

Ao longo de 10 meses, cada responsável familiar participará de até duas atividades por semana, com duração média de 2 horas cada, sobre temas conforme cada momento da jornada estratégica.

Os cursos – O curso de maquiagem com a professora Lua Maia é um dos destaques das oficinas.

Realizada em um studio de beleza montado nas antigas dependências da creche/escola na Vila Maria, o curso começou em novembro e acontece de segunda a sexta-feira sendo dividido em turmas.

“Tem sido um curso extremamente positivo e virou um espaço de convivência e resgate da auto-estima das mulheres. O antes e o depois do processo de maquiagem sempre é comemorado ao final de cada aula”, destaca a professora Lua Maia, que também é atriz e assistente social.

As participantes do curso elogiam a didática e as importantes dicas de beleza. “O material de maquiagem é caro, são muitos produtos e utensílios. A oficina do Prospera nos proporciona tudo isto gratuitamente. Sem dúvidas o curso vem fazendo a diferença em nossas vidas e a professora Lua é incrível e sempre muito atenciosa”, alegaram as participantes.

No Centro de Assistência Social (CAS) Pe. Henrique acontece o Curso de Panificação.

Valquíria Redecopp, 49 anos, é uma das participantes. Moradora da Vila Aparecida e mãe de três filhos e já com uma neta, ela pretende utilizar as técnicas aprendidas com a professora Célia para gerar mais renda para a família.

“Já estou utilizando as receitas em minha casa. Participar do Prospera Família e do curso tem sido muito importante pra mim”, ressaltou Valquíria.

NO CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) da Vila São Paulo acontece o curso de operador de caixa.

O professor Zezinho nesta sexta-feira, 14/01, estava ensinando as beneficiárias a preencher notas fiscais. O curso envolvendo o dia a adia de um operador de caixa.

Para a beneficiária Drieli Martins, 34 anos, morador do bairro Jardim Helena, a qualificação será fundamental para conseguir um novo emprego no comércio de Capão Bonito.

Por Wagner D´Antonio