A coordenação da Saúde Bucal de Capão Bonito apresentou nesta semana um perfil geral do setor e os números dos procedimentos e atividades realizados em 2018 pelos profissionais.

Um dos principais pontos a ser ressaltado foi o número de mais de 65 mil procedimentos odontológicos executados durante o ano, sendo 70 tipos de processos, com destaque para as aproximadamente sete mil consultas e orientações de higiene e mais de cinco mil raspagens, alisamentos e polimentos supragengival possibilitando uma melhor qualidade de vida e estímulo aos hábitos saudáveis. De acordo com a coordenação esse é o maior número de procedimentos atendidos em um só ano pela Saúde Bucal municipal.

“Os procedimentos coletivos para prevenção em Saúde Bucal são programados de acordo com as faixas etárias e o número de escolas da rede pública de ensino, e são realizados dentro do programa PSE do Governo Federal, com distribuição de kits, contendo pasta, escova, fio dental, juntamente com as palestras educativas”, explicou a coordenadora Ticiana Elias Olivati Prestes.

O número de pacientes atendidos chegou a mais de 10 mil, sendo mais de cinco mil adultos, mais de quatro mil crianças, 236 gestantes, 76 pacientes com necessidades especiais e 599 idosos.

Segundo a coordenação, a demanda é espontânea por parte da população, com agendamento prévio das consultas, além do atendimento das urgências e emergências em todas as unidades, sendo que as equipes de agentes comunitárias destacam os pacientes de alto risco e solicitam acolhimento, assim como as professoras nas escolas.

“São agendadas, em média, seis pacientes por dia, mais as consultas de urgência e emergência, que são prestadas por todos os profissionais nas respectivas unidades. Destacamos que o atendimento em idosos é oferecido como preconizado no Estatuto do Idoso, aos diabéticos, hipertensos e fumantes, são solicitados a realizarem atividades coletivas preventivas, assim como as visitas domiciliares aos acamados”, destacou Olivati.

Na Casa da Gestante, o dentista realiza o pré-natal odontológico em conjunto com o prontuário médico, em que o atendimento é individualizado, visando o bem estar da mulher e a prevenção dos problemas bucais do futuro bebê, conforme afirmou a coordenadora.

Em relação ao flúor em Capão Bonito, tão importante para o desenvolvimento e fortalecimento do esmalte dental, que começou a ser colocado na água de abastecimento em fevereiro de 1979, a coordenação salientou que o processo é monitorado mensalmente por meio do pró-água e que o acesso por parte da população é de 84%, e os teores são adequados, oscilando entre 0,6 e 0,8 ppm.

Sobre o sistema de informação da Saúde Bucal, a coordenação declarou que o registro de dados é individual, por meio de prontuários de atendimento, únicos para cada paciente, e arquivados na UBS onde foi realizado o atendimento e, paralelamente é preenchida a ficha do E-SUS, que consta a produção diária dos dentistas. É feito uma avaliação da produção de forma quadrimestral, em que os resultados alcançados são avaliados pelo Conselho Municipal de Saúde e em Audiência Pública.

Por fim, a coordenação apresentou as expectativas a serem atendidas nos próximos meses. “Entre as expectativas estão o cadastramento das equipes de Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família, aumentando a captação de recursos; intensificação das ações preventivas periódicas; fortalecimento das ações preventivas às gestantes e puérperas; promoção do curso de ASB; e continuidade na atenção com aquisição de insumos odontológicos e na manutenção de equipamentos”, concluiu Olivati.

Rede Física dos atendimentos odontológicos em Capão Bonito

CSI

– Dra. Ana Carolina de Souza – manhã

– Dra. Renata Harue Takeda –  manhã

– Dr. Daniel Fenerich – tarde

Auxiliar: Malu e Cibele

UBSF VILA SÃO PAULO

– Dra. Celina Teruko Yanno –  manhã

– Dr.Ênio Herkes –  manhã

– Dr. Eduardo Kamei – tarde

Auxiliar: Helena, Marina e Luciana

UBSF VILA APARECIDA

– Dr. Fabrício Narciso Olivati –  manhã

Auxiliar: Joice

UBSF VILA NOVA CAPÃO BONITO

– Dra. Cynthia Oda –  manhã

Auxiliar: Larissa Francisca

UBSF JARDIM ALVORADA

– Dra. Priscila Batista da Silveira –  manhã e tarde

Auxiliar: Jessica Cristiane

CASA DA GESTANTE

– Dra. Tania Nishida –  manhã

– Dra. Rachel Consorte –  tarde

Auxiliar: Jessica Daniele

UBSF Vila Maria

– Dr. Sussumo Nishida –  manhã

Auxiliar: Conceição

SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS

– Dr. Edson K. Watanabe –  manhã

Auxiliar: Camila (cedida pelo sindicato)

BAIRRO ANA BENTA E PINHALZINHO

– Dr. Marco H. Cacciacarro Jr: atende em dias alternados de manhã.

Auxiliar: Aurora (auxiliar de enfermagem da equipe do Bairro).

COORDENAÇÃO DE SAÚDE BUCAL

– Dra.Ticiana Elias Olivati Prestes: período da manhã na Secretaria Municipal de Saúde.

*Nas UBSF da Zona Rural que possuem consultório odontológico o atendimento é realizado na forma de escala pelos dentistas da Rede, que se revezam e são acompanhados por um auxiliar.

Todos os 15 Cirurgiões Dentistas são concursados por 20h com exceção da Dra. Priscila Batista da Silveira que é contratada por 40h semanais para atuar na Estratégia Saúde da Família.

As auxiliares de saúde bucal além de instrumentarem os dentistas, organizam a demanda e a sala de atendimento, acolhem a demanda e agendam as consultas, promovem a esterilização do instrumental e desinfecção do consultório.