A Secretaria Municipal de Agropecuária, Obras e Meio Ambiente realizou no último dia 29 de agosto, uma capacitação sobre guarda responsável de animais domésticos a servidores municipais.

De acordo com a Secretaria, a preparação foi dividida em dois períodos, sendo na parte da manhã direcionada a agentes de endemias, professores e funcionários da Agropecuária e Meio Ambiente de Capão Bonito e agentes de saúde de Ribeirão Grande. Já na parte da tarde, a capacitação foi promovida aos agentes de saúde de Capão Bonito.

A capacitação foi ministrada pela médica veterinária do departamento de fauna da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Hélia Maria Piedade, que junto com a Fundação Florestal, realiza um trabalho de castração e conscientização no entorno da zona de amortecimento dos parques estaduais da região.

Durante a ação, a médica esclareceu dúvidas e informou questões sobre o real sentido da guarda responsável, que visa não só o bem-estar animal, mas também relaciona o tema diretamente com a qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente.

“A escolha do público para a capacitação priorizou agentes de saúde, endemias e educadores, por serem as pessoas que mais têm contato com a população e podem contribuir para a divulgação de informações importantes para a temática”, explicou a diretora de Meio Ambiente, Aline Hori.

A Prefeitura Municipal de Capão Bonito agradece a parceria com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e Fundação Florestal e dará continuidade nos trabalhos de conscientização sobre guarda responsável.

Guarda responsável

A posse ou guarda responsável é um conjunto de atitudes que o tutor deverá exercer durante os quinze, vinte anos de convivência com o seu animal de estimação. Cuidados com a alimentação, vermifugação, proteção contra ectoparasitas (pulgas e carrapatos), higiene, lazer, assistência veterinária fazem parte desse conjunto.

As políticas públicas promovem a boa convivência entre os seres humanos e os animais, o bem estar animal, a saúde humana e animal, promovem a zooeyia e diminuem o impacto das zoonoses.

Para algumas pessoas, pode parecer óbvio que ter animais de estimação implica em deveres e obrigações. Os bichinhos devem ser tratados com carinho e responsabilidade. Porém, infelizmente, a realidade mostra a crescente quantidade de casos de abandono que ocorrem anualmente, demonstrando que ainda há uma grande necessidade em discutir o que é a guarda responsável e que maltratar e abandonar animais é um crime. Esses seres vivos são portadores de necessidades e direitos, inclusive reconhecidos pela UNESCO, por meio da Declaração Universal dos Direitos dos Animais, proclamada em 27 de janeiro de 1978, sendo subscrita pelo Brasil.